quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

119º aniversário de Anna Freud, filha de Sigmund Freud, é celebrado em Doodle do Google (Foto: Reprodução/Google)

Anna Freud, pioneira da psicologia infantil e filha de Sigmund Freud o "pai da psicanálise", recebeu uma homenagem em um colorido Doodle do Google nesta quarta-feira (3). Nascida em 3 de dezembro de 1895 em Viena, na Áustria, a sexta filha de Sigmund e Martha completaria seu aniversário de 119 anos. Anna focou seus estudos principalmente no tratamento de crianças, dando início à psicanálise infantil. Seu primeiro caso de análise foi W. Ernest Freud, um sobrinho que tratou em duas ocasiões. O doodle colorido faz referência à sua relação com o mundo infantil e lúdico na terapia voltada para as crianças.
Anna era a filha mais nova de Freud e é a única de seus seis filhos a seguir estudando a psicanálise.
Anna teve grandes divergências com Melanie Klein, psicanalista dissidente do freudismo ortodoxo e iniciou os estudos sobre a obra de seu pai ainda bem jovem, aos 13 anos de idade, quando começou a participar de discussões semanais sobre as ideias e teorias psicanalíticas e análise de casos.
Após um início de carreira como professora, ela deixou a profissão devido a problemas de saúde e passou a acompanhar mais de perto os passos de seu pai nos anos após a primeira guerra mundial. 
Anna Freud tornou-se membro da Sociedade Psicanalítica de Viena em 1922 e tornou-se diretora do Instituto de Formação Psicanalítica de Viena em 1935, seguindo os passos do pai.
Após a família Freud fugir da Áustria em razão do aumento da perseguição dos judeus pelos nazistas, Anna continuou com o seu trabalho em Londres, além de cuidar do pai, então gravemente doente devido a um câncer. Sigmund Freud morreu aos 83 anos. Já sua filha, viveu um pouco mais e faleceu aos 86 anos, em Londres. Ler mais em: http://www.techtudo.com.br/




sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Mais de meia tonelada de drogas é incinerada pela Polícia 
As apreensões foram realizadas na capital e no interior do Estado. Ao todo, foram destruídas, este ano, 680 quilos de drogas

Por: Polícia Civil do Pará

A Polícia Civil incinerou, nesta sexta-feira (28), 680 quilos de drogas, mediante autorização judicial, na sede de uma indústria de cerâmica localizada na Rua Manoel de Souza, bairro Pedreirinha, município de Marituba, na Região Metropolitana de Belém. As drogas destruídas nos fornos da empresa, em maioria, pedras de óxi de cocaína, e ainda pasta base e maconha, foram apreendidas durante operações realizadas pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Civil, e por Seccionais da Grande Belém, em 2013 e ao longo de 2014. As apreensões foram realizadas na capital e no interior do Estado. Ao todo, foram destruídas, este ano, mais de uma tonelada e meia de drogas.
A incineração foi presidida pelo delegado Hennison Jacob, diretor da DRE, unidade policial vinculada à Diretoria de Polícia Especializada (DPE), da Polícia Civil. Todas as drogas apreendidas passaram por análises de constatação e pesagem das drogas feitas pelas peritas criminais Kadyja Borges e Luciana Mello, do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. A promotora de Justiça de Crimes de Entorpecentes, Anette Macedo Alegria, acompanhou a incineração representando o Ministério Público do Estado. Ela explica que a presença do MPE na queima da droga é prevista pela lei 11.343/2006, que determina a presença de um promotor de Justiça na incineração de entorpecentes.
A destruição das drogas foi acompanhada pela chefe da Divisão de Controle de Drogas e Medicamentos, da Vigilância Sanitária Estadual, Elykarla Silva da Conceição, responsável pela fiscalização do procedimento. De acordo com o delegado Hennison Jacob, entre as drogas que serão incineradas está a apreensão de mais de 60 quilos de cocaína que estavam escondidos dentro do motor de um caminhão interceptado em Nova Timboteua, nordeste paraense, no último dia 11. Na ocasião, foi preso em flagrante o caminhoneiro Jeverson de Souza, 27 anos, que conduzia o veículo desde o Estado de Mato Grosso até o Pará. Somente no primeiro semestre deste ano, quase uma tonelada de drogas apreendidas em operações policiais de combate ao tráfico de drogas, realizadas pelo Sistema de Segurança Pública do Pará, foram incineradas. - http://www.ormnews.com.br/



quinta-feira, 27 de novembro de 2014


Por: Redação ORM News, com informações da assessoria
O dia Mundial de Luta Contra a AIDS, 1º de dezembro (segunda-feira), será celebrado com uma programação especial no município de Xinguara, sudeste paraense, onde foram detectados 21 novos casos de portadores do vírus HIV neste ano. A Secretaria de Saúde local vai promover no sábado (29) o Primeiro Moto Show na Luta Contra a AIDS, com participação da equipe The Extreme Stunt Show. O evento será realizado na Praça Vitória Régia (Prefeitura), das 17h às 19h.
Na segunda-feira (1º), a ação continua no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), localizado na Rua Antônio Pedroso, com a realização de testes rápidos de HIV.
De acordo com a coordenadora do CTA, Regina Bernardes, a AIDS não tem cura, mas o diagnóstico precoce contribui para uma melhor qualidade de vida.  “Muitos portadores do vírus convivem por longos anos sem a manifestação da doença, que pode levar de seis meses a dez anos”, disse a coordenadora.
As ações têm o objetivo de alertar a população sobre a importância da prevenção, estimulando o uso responsável do preservativo nas relações sexuais, e divulgar a inexistência de um grupo de risco da doença, ou seja, qualquer pessoa está livre para contrair o vírus. 


Presidente participou da abertura de conferência sobre economia solidária.
Antes, Planalto anunciou novos ministros da Fazenda e do Planejamento.

Filipe Matoso Do G1, em Brasília


A presidente Dilma Rousseff na cerimônia de abertura de conferência sobre economia solidária em Brasília (Foto: Valter Campanato / Agência Brasil)
No dia do anúncio da nova equipe econômica do governo, a presidente Dilma Rousseff afirmou na noite desta quinta-feira (27) em Brasília que no segundo mandato pretende dar "garantia" de estabilidade política e econômica. Ela fez a affirmação ao participar, em um centro de convenções, da solenidade de abertura da 3ª Conferência Nacional de Economia Solidária.
À tarde, o Palácio do Planalto anunciou os novos ministros da Fazenda (Joaquim Levy) e do Planejamento (Nelson Barbosa) e a continuidade de Alexandre Tombini na presidência do Banco Central. Ler mais em: http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/11/no-dia-de-anuncio-de-ministros-dilma-fala-em-garantia-de-estabilidade.html?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=g1



Mantega deixa Fazenda com bons dados de emprego, mas PIB baixo

 Alexandro MartelloDo G1, em Brasília

Ministro também vai 'entregar' inflação maior que em seu 1º ano no cargo.
Contas públicas devem ter em 2014 o pior resultado em 11 anos.


Ministro da Fazenda que mais tempo permaneceu no cargo em governos democráticos, Guido Mantega vai deixar o posto para dar lugar ao economista Joaquim Levy. Mantega assumiu o Ministério da Fazenda em 27 de março de 2006 após a demissão de Antonio Palocci, envolvido no escândalo da quebra de sigilo ilegal do caseiro Francenildo dos Santos.
Depois de mais de oito anos no comando da pasta, Guido Mantega vai entregar ao sucessor números que mostram êxito na criação de empregos, mas crescimento econômico baixo, inflação próxima ao teto da meta do governo e, possivelmente, contas públicas com seu pior resultado em 11 anos.
Quadro histórico do Partido dos Trabalhadores, ele nasceu em Gênova (Itália) e sempre defendeu uma filosofia econômica mais voltada ao desenvolvimento da economia, com juros mais baixos. Formado em economia pela USP, intitula-se “keynesiano”, corrente que defende que o mercado não se autorregula e, também, por uma intervenção maior do Estado na economia. É casado e pai de quatro filhos. 
http://g1.globo.com/economia






Planalto anuncia Levy na Fazenda e Barbosa no Planejamento

Alexandre Tombini seguirá na presidência do BC no 2º mandato de Dilma 
Joaquim Levy sucede Guido Mantega e Nelson Barbosa, Miriam Belchior.
 
                                           Da esq. para a dir.: Joaquim Levy e Nelson Barbosa 
Conteúdo, José Cruz/Agência Senado e Marcos Oliveira/Agência Senado)

O Palácio do Planalto anunciou nesta quinta-feira (27) os primeiros nomes de ministros da equipe do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff – Joaquim Levy (Fazenda), Nelson Barbosa (Planejamento) e Alexandre Tombini, que permanecerá como presidente do Banco Central, cargo com status de ministro.
Durante o período de transição, Levy e Barbosa usarão gabinetes no Palácio do Planalto. Eles já se reuniram com a presidente Dilma Rousseff e vão trabalhar na montagem de um plano de ajuste da economia.
O economista e engenheiro Joaquim Levy atuou nos governos de Fernando Henrique Cardoso (secretário-adjunto de Política Econômica do Ministério da Fazenda e economista-chefe do Ministério do Planejamento), Luiz Inácio Lula da Silva (secretário do Tesouro Nacional) e Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro (secretário da Fazenda).
Para assumir o Ministério da Fazenda, ele deixará o posto de diretor-superintendente do Bradesco Asset Management, responsável pela gestão de fundos de investimento do banco. A primeira opção de Dilma para a Fazenda era o diretor-presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, mas eledeclinou do convite para ser ministro.
O economista Nelson Barbosa é professor da Faculdade de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). No primeiro mandato de Dilma, foi secretário-executivo do Ministério da Fazenda. No governo Lula, exerceu os cargos de secretário de Acompanhamento Econômico e secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda. No Planejamento, ele sucederá Miriam Belchior, ministra da pasta durante todo o primeiro mandato de Dilma.
Alexandre Tombini é servidor concursado do Banco Central e comanda a instituição desde o início do primeiro mandato de Dilma. Ele sucedeu Henrique Meirelles, presidente do BC no governo Lula e que chegou a ser cogitado para ministro no segundo mandato de Dilma, mas, segundo o Blog do Camarotti, sofreu resistência da própria presidente.
Fim da era Mantega
Joaquim Levy vai substituir Guido Mantega, que comanda a pasta desde março de 2006, ainda durante o segundo mandato de Luiz Inácio Lula da Silva. Nelson Barbosa entrará no lugar de Miriam Belchior, no cargo desde 2011, primeiro ano do atual mandato de Dilma.

O anúncio era aguardado com ansiedade pelo mercado diante do desempenho da economia neste ano e o aumento do déficit nas contas públicas. - http://g1.globo.com/economia/
Parlamento Europeu aprova pedido de divisão do Google na Europa

Moção não tem poder para desmembrar operações da empresa no bloco.
Deputados querem pressionar Comissão Europeia, que investiga o Google.

O Parlamento Europeu votou e aprovou nesta quinta-feira (27) uma moção que sugere o desmembramento dos serviços na internet oferecidos por uma mesma empresa, o que visa a divisão de empresas como o Google.
O órgão não pode decidir pela divisão de empresas. Com a resolução, debatida na quarta-feira, porém, pretende enviar uma mensagem à Comissão Europeia, o braço Executivo da União Europeia, que move um processo contra o Google por abuso de posição dominante.
Os deputados europeus aprovaram a resolução com 384 votos, 174 votaram contra e 56 se abstiveram, segundo a agência de notícias "France Presse".
Sem poder vinculante, a votação é puramente simbólica. O Parlamento adota dezenas de resoluções, mas esta em particular, chamada de 'Resolução para a Defesa dos Consumidores no Mercado Digital', mesmo sem citar o Google, está dirigida à empresa. A moção pede à Comissão "que considere as propostas destinadas a desvincular os motores de busca de outros serviços comerciais".
"Queremos dar um sinal forte à Comissão Europeia, mas também às empresas americanas, como Google", afirmou semana o deputado socialista Marc Tarabella, da Bélgica. "Sou contra os monopólios", afirmou o deputado liberal pela Espanha, Ramón Tremosa. "[O Google] controla 90% do mercado dos motores de busca em muitos Estados membros, e o tratamento preferencial dos serviços que oferece é claro e está provado", acrescentou.
A embaixada dos Estados Unidos expressou preocupação. Informou ser necessário pedir que "todo processo para identificar possíveis prejuízos à concorrência e suas possíveis soluções se baseiem em soluções objetivas e imparciais e não politizadas".
A Comissão começou a investigar o Google em novembro de 2010 sob a suspeita de abuso de sua posição dominante. A acusação é de que a empresa privilegia seus serviços nos resultados de busca enquanto "esconde" as ferramentas concorrentes. A Comissão já fez três vezes modificações nas soluções propostas pelo Google.


TECNOLOGIA


UE quer aplicar direito de ser esquecido do Google no mundo

Autoridades europeias de defesa da privacidade querem que sites de busca como Google e Bing, da Microsoft, apaguem resultados globalmente, não apenas na Europa, quando pessoas evocarem o "direito a ser esquecido", como decidido na Corte Europeia.
Os reguladores de privacidade da União Europeia entraram em acordo sobre um conjunto de diretrizes nesta quarta-feira que os ajudará a implementar a decisão da mais alta corte da Europa, que deu às pessoas o direito de pedir aos sites de busca que removam informações pessoais que sejam "inadequadas, irrelevantes ou não mais relevantes".
O Google, empresa que domina as buscas na internet na Europa, tem apagado resultados apenas das versões europeias de seu site, como o Google.de, na Alemanha, ou o Google.fr, na França, o que significa que eles ainda aparecem no Google.com.
"A partir da análise jurídica e técnica que estamos fazendo, eles devem incluir o '.com'", disse a diretora do regulador francês de privacidade, Isabelle Falque-Pierrotin, em coletiva de imprensa.
Um porta-voz do Google não foi encontrado de imediato para comentar.

Europa x Mundo
Anteriormente, o Google afirmou acreditar que os resultados de buscas só devem ser removidos de suas versões europeias, uma vez que o Google automaticamente redireciona as pessoas às versões locais de seu site de busca.
Essa questão de até onde levar o "direito a ser esquecido" tem dividido especialistas e reguladores de privacidade, com alguns argumentando que a abordagem atual do Google dilui a eficácia da decisão, tendo em vista a facilidade em se alternar para diferentes versões nacionais.
A decisão desta quarta-feira representa outro revés para o Google, que enfrenta várias investigações acerca de sua política de privacidade e se vê em meio a um inquérito antitruste da UE que dura há quatro anos.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Aperto do Clima, artigo de Efraim Rodrigues
Publicado em novembro 17, 2014 por Redação

Foto: Embaixada da China

Em minha cabeça pairam dúvidas se a coisa é para valer. Até compreendo que não se pode reduzir as emissões de paises inteiros do dia para a noite, mas muita coisa pode mudar no prazo de 10 anos para os EUA reduzirem suas emissões para pouco mais de 4 Petagramas de Carbono/ano, ou nos 15 anos acertados para a China parar de aumentar suas emissões.
Na pouco democrática República Chinesa, as condições para cumprir o trato talvez sejam melhores, mas nos EUA o cabelo de Obama ficará ainda mais branco para que o Congresso Republicano recém eleito aprove o trato com os chineses.
Ainda que o argumento republicano de que “não adianta reduzir as emissões se os chineses também não reduzirem” esteja agora enfraquecido, ainda sobra o outro de que a redução de emissões irá levar a redução de empregos. Obama terá que provar que há suficientes empregos e atividade econômica na mudança da matriz energética norte americana.
O acordo também prepara o clima (não perdoem o trocadilho) para a reunião de 2015, em Paris, que pretende chegar a um acordo internacional de limitação de emissões com validade legal, já que o anterior de Kyoto foi um fracasso total, em parte pelo fato de não contar com a assinatura norte-americana.
Se este trato se mantiver pelo menos até o fim de 2015, há boas chances dele ter conseqüências positivas no encontro de Paris. Aliás, o timing foi perfeito para causar marola já no encontro do G20 deste fim de semana, que ocorre sob a batuta do retrógrado líder Tony Abbott. Ele que mereceu o bem humorado protesto de um grupo de australianos enfiando a cabeça na areia, pensava em desviar a atenção da reunião para longe das mudanças climáticas. O histórico aperto de mão de Obama e Jinping irá provavelmente frustrar as expectativas do líder.
Apesar do ceticismo que os anos trazem, não escapei de certa esperança ao ver 40% das emissões de carbono mundiais (China + EUA) concordarem em serem mais bonzinhos daqui por diante.
Efraim Rodrigues, Ph.D. (efraim@efraim.com.br), Colunista do Portal EcoDebate, é Doutor pela Universidade de Harvard, Professor Associado de Recursos Naturais da Universidade Estadual de Londrina, consultor do programa FODEPAL da FAO-ONU, autor dos livros Biologia da Conservação e Histórias Impublicáveis sobre trabalhos acadêmicos e seus autores. Também ajuda escolas do Vale do Paraíba-SP, Brasília-DF, Curitiba e Londrina-PR a transformar lixo de cozinha em adubo orgânico e a coletar água da chuva. É professor visitante da UFPR, PUC-PR, UNEB – Paulo Afonso e Duke – EUA
http://ambienteporinteiro-efraim.blogspot.com/

Publicado no Portal EcoDebate, 17/11/2014

 [ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]
Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar noLINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.
O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.
Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.



segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Caros amigos, 

No Japão, ele disse aos seus alunos: "Cara, basta agarrá-la." Em um de seus vídeos, ele ensina aos homens como sufocar as mulheres. Em outro seminário filmado, ele disse que os homens precisam "incapacitar a mente emocional e lógica" das mulheres para levá-las para a cama contra a sua vontade. Ele é um guru do estupro - e, se agirmos juntos agora, podemos mantê-lo fora do Brasil. 

Um americano que se descreve como "pick up artist", um "artista da pegação" em tradução livre, Julien Blanc viaja o mundo ganhando milhares de dólares com suas aulas doentias, e ele está vindo para Santa Catarina e Rio de Janeiro no ano que vem! Mas o mundo está se mobilizando e campanhas nas redes sociais na Austrália, Reino Unido, e agora no Canadá e no Japão, estão ajudando a fechar o cerco: a Austrália revogou seu visto na semana passada!
 Agora, um grupo de ativistas brasileiras lançou uma nova campanha para fechar as portas para ele aqui. A campanha está bombando na internet com quase 230 mil assinantes em menos de dois dias! 

Se um número suficiente de nós aderirem à essa campanha viral dizendo "Não à cultura do estupro no Brasil" podemos colocar pressão sobre o Ministério das Relações Exteriores e nos hotéis que concordaram em acolher este guru do estupro, e encerrar essa sua prática desprezível.Assine agora, compartilhe com todo mundo que você conhece, e vamos adicionar o Brasil na lista de países orgulhosos em defender os direitos das suas mulheres:
 

http://www.avaaz.org/po/petition/Policia_Federal_Brasileira_Explusao_de_Julien_Blance/?bscgTcb&v=48424 

Com esperança e determinação,
 

Nana, Michael, Joseph, Diego, Carol, Oliver e toda a equipe da Avaaz
 

PS: Esta petição foi criada no site Petições da Comunidade da Avaaz pelo coletivo Rua Nua. É rápido e fácil começar uma petição sobre um assunto que você se preocupa, clique aqui:
 http://avaaz.org/po/petition/start_a_petition/?48402

MAIS INFORMAÇÕES:
 

Diplomatas dizem que Julien Blanc não pode entrar no Brasil; Itamaraty não confirma (BBC)
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/11/141112_salasocial_visto_julienblanc_rs 

Petição para barrar americano que ensina a ‘pegar mulher’ já tem mais de 110 mil assinaturas no Brasil (Extra)
http://extra.globo.com/noticias/mundo/peticao-para-barrar-americano-que-ensina-pegar-mulher-ja-tem-mais-de-110-mil-assinaturas-no-brasil-14538746.html 

Abaixo assinado quer proibir vinda ao Brasil de norte-americano que ensina como 'pegar mulher' (Catraca Livre)
https://catracalivre.com.br/geral/cidadania/indicacao/abaixo-assinado-quer-proibir-vinda-ao-brasil-de-norte-americano-que-ensina-como-pegar-mulher/ 

Petição pede que palestrante que ensina a “pegar mulher” à força seja barrado no Brasil (Buzzfeed)
http://www.buzzfeed.com/irangiusti/peticao-pede-que-palestrante-que-ensina-a-pegar-mulher-a-for 

Após ser expulso da Austrália, americano que 'ensina a pegar mulher' quer vir ao Brasil (Yahoo! Notícias)
https://br.noticias.yahoo.com/ap%C3%B3s-ser-expulso-da-austr%C3%A1lia--americano-que--ensina-a-pegar-mulher--quer-vir-ao-brasil-130744018.html 

Apoie a comunidade da Avaaz!
Nós somos totalmente sustentados por doações de indivíduos, não aceitamos financiamento de governos ou empresas. Nossa equipe dedicada garante que até as menores doações sejam bem aproveitadas:
Doe Agora